segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

relendo... ao acaso: Zip Nolan



Título
Policia da estrada

Série
Zip Nolan

Dados sobre o episódio
Leitura: Mundo de aventuras 998
Data de publicação: 7 de novembro de 1968
2 páginas/ p/b
Resumo
Uma quadrilha rouba uniformes, num plano concebido para conseguirem libertaro seu chefe.
Zip Nolan desconfia  que no cenário do roubo algo não bate certo, volta ao local, é sequestrado, mas acaba por deter os bandidos.

Comentário
Série com histórias de  2 ou 3 páginas. O episódio é contado em ritmo elevado, o que envolve a necessidade de mais texto  que o habitual para poder ser entendido.



sábado, 28 de dezembro de 2013

Dick Tracy




Não se pode dizer que este é o primeiro episódio de Dick Tracy, uma vez que o conceito de episódio pressuporia que houvesse um desenlace para a história narrada, o que não acontece, havendo continuidade da história.
A série Dick Tracy, criada por Chester Gould, teve o seu início em 4 de outubro de 1931, com a a ação a poder descrever-se do seguinte modo: o pai da noiva de Dick Tracy é morto num assalto e Tess, a noiva, é raptada.
As tiras publicadas no Mundo de Aventuras Especial número 16, em Abril de 1977, narram as aventuras de Dick Tracy, até 13 de novembro de 1931, quando, Tess, salva pelo namorado, regressa a casa e reencontra a mãe.  São as primeiras 29 tiras desta série que atualmente ainda se publica e já teve adaptações para a televisão e cinema.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

baú das revistas: Colecção Puma



Revista
Colecção Puma nº 4

Características
Preço: 10$00
Periodicidade: semanal
Dimensões: 120 mm x 165 mm
52 páginas incluindo a numeração da capa
Diretor: Roussado Pinto
Propriedade:  Portugal Press
Distribuição: Agência Portuguesa de Revistas
capa colorida
interior a preto e branco

Conteúdo
Capa:
Sem indicação do autor

Capa interior:
Publicidade ao CIT
Página 3:
Episódio de Bufallo Bill, O cão condenado

Página 21:
O dia a dia do sr Huberto, por Dick Wingert

Página 22:
Não basta chapinhar

Página 23:
Buck Jones em O roubo do cofre.

Página 44:
Enciclopédia Gráfica, por R. J. Scott

Página 48:
Apontamentos do Oeste

Página 50:
Ficha Técnica
Contracapa interior:
Publicidade à revista Zagor
Contracapa:
Os “cow-boys” no cinemas: Foto do ator Duke Shannon

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Efeméride - Burne Hogarth

Faz hoje 102 anos que nasceu, 25 de dezembro de 1911, o desenhador Burne Hogarth.

Tarzan, desenhado por Hogarth

Hogarth faleceu em 28 de janeiro de 1996

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

relendo... ao acaso: Yalek




Título
O império do medo

Série
Yalek

Autores
Argumento: André-Paul Duchateau
Desenho: Christian Denayer

Dados sobre o episódio
Título original: L'empire de la peur
Publicação original: Jornal Le Soir (Bélgica)
Leitura: Jornal da BD do nº 209 ao nº 217
Data da publicação: de 5 de agosto de 1986 a 23 de setembro de 1986
44 páginas/ cor
Resumo
Yalek e Pocket são contratados para irem fazer uma reportagem na Suiça sobre um tal Dr. Lyon que irá realizar uma experiência classificada como extraordinária. Quando chegam ao local descobrem que a zona onde se encontra o Dr Lyon está cercada pelo exército.  Os dois conseguem entrar na zona, onde armas estranhas fazem parar os motores e  criam barreiras invisíveis.
O  Dr.Lyon prepara-se para congelar várias pessoas, incluindo a sua própria filha, para que possam ser preservadas da guerra nuclear que está para vir. Mas, atrás da loucura do cientista esconde-se um grupo de bandidos que  estão interessados nas armas.

Comentário
Argumento fraco e mal desenvolvido. O modo como os jornalistas são envolvidos é muito pouco verosímil. Mesmo que se considere o episódio enquadrado  na classe da ficção científica, poderia haver mais credibilidade na história.
Denayer desenha muito bem automóveis e situações com veículos, não tendo a mesma qualidade e criatividade quando sai dessa área. O episódio sai prejudicado também na coloração da revista, que é de fraca qualidade. Aliás, a primeira edição francesa do álbum, a preto e branco, é mais interessante em termos de desenho.



sábado, 21 de dezembro de 2013

Cavalos(2)



Continua a publicação sobre os cavalos na banda desenhada.
A dupla Liliane e Fred Funcken deixou um vasto trabalho, onde não poderiam faltar os cavalos.
Eis dois exemplares. O primeiro na série Doc Silver e o segundo em Harald, o viking.
 
 
Nas séries do oeste americano o cavalo é imprescindível. De uma  das séries de maior qualidade, Blueberry, fica um cavalo desenhado por Giraud.
 
 Referente à mesma época histórica é a série Comanche, desenhada por Hermann, à qual pertencem os quatro desenhos seguintes.
 
 
 
 
Mais um especialista no desenho de cavalos: Jijé. Apesar de ser em Jerry Spring que este animal surge continuamente,  o desenho apresentado é de um episódio que este autor desenhou para a série Tanguy e Laverdure.
 
 Duas vinhetas em que surgem cavalos desenhados por Jacques Martin na série Alix.
 
 
 Embora o cavalo surja montado, a beleza da vinheta merce a sua colocação nesta listagem. Trata-se do desenho de José Ortiz para o episódio Wild Bill Hickok, da série Os Grandes Mitos do Oeste.
 
Na série Tomahawk Tom, Vitor Peon desenhou inúmeras vinhetas com cavalos. O animal que aqui surge é do episódio Colt City, a cidade sem lei.
 Quatro cavalos provindos da designada banda desenhada franco-belga:
De Brocal  Remohi na série Taar, de Servais no episódio Aurore, de Rosinsky na série Thorgal e de Edouard Aidans em Tunga.
 
 
 
 
 Para terminar fica mais um autor português. Augusto Trigo na série Excalibur.